Seguidores

terça-feira, 21 de junho de 2016

domingo, 12 de junho de 2016

POEMAS DE CORA CORALINA


                                       POSTADO POR MARLENE DE GOES

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

domingo, 21 de fevereiro de 2016

HORAS RUBRAS

HORAS RUBRAS



Horas profundas, lentas e caladas
Feitas de beijos rubros e ardentes,
De noites de volúpia, noites quentes
Onde há risos de virgens desmaiadas...

Oiço olaias em flor às gargalhadas...
Tombam astros em fogo, astros dementes,
E do luar os beijos languescentes
São pedaços de prata p'las estradas...

Os meus lábios são brancos como lagos...
Os meus braços são leves como afagos,
Vestiu-os o luar de sedas puras...

Sou chama e neve e branca e mist'riosa...
E sou, talvez, na noite voluptuosa,
Ó meu Poeta, o beijo que procuras!

Florbela Espanca, in "Livro de Sóror Saudade" 
// postado por marlene de goes

sábado, 20 de fevereiro de 2016

VERSOS PARA CORAÇÕES E ALMA

                      Para meus amigos com muito carinho pedindo desculpas por minha longa ausencia
                      saudades de todos um abraço grande marlene goes

sábado, 17 de outubro de 2015

domingo, 21 de junho de 2015

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...