Seguidores

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

VERSOS INTIMOS


Versos Íntimos – Augusto dos Anjos
Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão – esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!
Acostuma-te a lama que te espera!
O Homem que, nesta terra miserável,
Mora entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera
Toma um fósforo, acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro.
A mão que afaga é a mesma que apedreja.
Se a alguém causa ainda pena a tua chaga
Apedreja essa mão vil que te afaga.
Escarra nessa boca de que beija!
postado por Marlene de goes







4 comentários:

✿ chica disse...

Lindos versos de Augusto dos Anjos que falam sempre muito...beijos,tudo de bom,chica

Malu disse...

Amamos este senhor poeta aqui em casa.
Um grande abraço e excelente domingo!!!

Severa Cabral(escritora) disse...

BOM DIA MINHA LINDA !!!!!
Paz no teu viver sempre...meus desejos...
Augusto dos Anjos é sempre muito atual no seu poetar...
bjsssssssssssss

migalhas disse...

oiiiiii amiga, arranjei um tempo para vir lhe fazer uma visita diária ao seu belo espaço , desejar-lhe uma boa tarde, felicidades e tudo de bom..
Se você quiser passa la no meu blog de poemas, seria um prazer ter-te por lá http://assombrado-mc.blogspot.com abraços

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...