Seguidores

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

SUPREMO ENLEVO


Quanta mulher no teu passado, quanta!
Tanta sombra em redor! Mas que me importa?
Se delas veio o sonho que conforta,
A sua vida foi três vezes santa!
.
Erva do chão que a mão de Deus levanta,
Folhas murchas de rojo à tua porta…
Quando eu for uma pobre coisa morta,
Quanta mulher ainda! Quanta! Quanta!
.
Mas eu sou a manhã: apago estrelas!
Hás-de ver-me, beijar-me em todas elas,
Mesmo na boca da que for mais linda!
.
E quando a derradeira, enfim, vier,
Nesse corpo vibrante de mulher
Será o meu que hás-de encontrar ainda...
.

Florbela Espanca
postado por marlene de goes


segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

SEGUNDA FEIRA COLORIDA COM A MENINA VOADORA



                                 BOM DIA!!!!VAMOS COLORIR NOSSO DIA 
                                COM UMA BOA DOSE DE ALEGRIA
                                 E A MAGIA DAS FADAS
                                 DESEJO AOS AMIGOS  UMA SEMANA FELIZ
                                 COM MUITO BOAS ENERGIAS
                                 DIRECIONANDO SUAS VIDAS POR 
                                 UM CAMINHO DE LUZ.


                                 QUE O BRILHO E O ENCANTO DAS FADAS
                                 POSSA ESTER EM TEU CORAÇÃO


                                  ENCHENDO DE AMOR SUA VIDA
                                VENHA PARTICIPAR COMIGO
                                DESTA SEGUNDA FEIRA COLORIDA


                                NESTE MUNDO ENCANTADO ONDE IMPERA A MAGIA
                                PODEMOS SER SEMPRE CRIANÇAS E SONHAR
                                E APÓS O NOSSO SONO DESPERTAR COM ALEGRIA
                                SEMPRE FELIZ A BRINCAR.
                               POSSO SER UMA MENINA
                                OU SEREI UMA FADINHA
                               POSSO TAMBEM SER UM PÁSSARO 
                               OU SEREI HOJE UMA LINDA BAILARINA
      
                              NOS SONHOS DE UMA CRIANÇA
                              VIVE TODA A IMAGINAÇÃO
                              QUE TRAZ ALEGRIA A V IDA
                              E ENFEITA DE AMOR O CORAÇÃO.


       MINHA PEQUENA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FEIRA COLORIDA
     ABRAÇANDO A IDÉIA DA NOSSA QUERIDA ANNE LIERI
       MENINA-VOADORA.BLOGSPOT.COM
      POSTADO POR MARLENE DE GOES

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

TRAZE-ME


Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.
Traze-me um pouco da alvura dos luares 
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.
Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
-Vê que nem te digo - esperança!
-Vê que nem sequer sonho - amor!
Cecilia meirélis
postado por marlene de goes


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

O VALOR DAS PEQUENAS COISAS




Aprenda a escutar a voz das coisas,

dos fatos, e você verá como tudo

fala, como tudo se comunica contigo
...
Em cada indelicadeza, assassino um 

pouco aqueles que me amam...

Em cada desatenção, 

não sou nem educado, nem cristão...

Em cada olhar de desprezo, 

alguém termina magoado...

Em cada gesto de impaciência,

 dou uma bofetada invisível nos que

convivem comigo...
Em cada perdão que eu nego,
vai um pedaço do meu egoísmo...
Em cada ressentimento,
 revelo meu amor-próprio ferido...
Em cada palavra áspera que digo,
 perco alguns pontos no céu...
Em cada omissão que pratico,
 rasgo uma folha do evangelho...
Em cada esmola que eu nego,
um pobre se afasta mais triste...
Em cada oração que não faço,
eu peco...
Em cada juízo maldoso,
 meu lado mesquinho se revela...
Em cada fofoca que faço,
 eu peco contra o silêncio...
Em cada pranto que enxugo,
eu torno alguém mais feliz...
Em cada ato de fé, 

eu canto um hino à vida...

Em cada sorriso que espalho,

 eu planto alguma esperança...

Em cada espinho que finco, 

machuco algum coração...

Em cada espinho que arranco,


alguém beijará minha mão..
.
Em cada rosa que oferto
,

 os anjos dizem:


 "Amém"...



Padre Roque
 Schineider
SITE
cantinho da lena
postado por marlene de goes





terça-feira, 24 de janeiro de 2012

CANÇÃO CECILIA MEIRELIS





Canção (Cecília Meireles)

Não te fies do tempo nem da eternidade,
que as nuvens me puxam pelos vestidos
que os ventos me arrastam contra o meu desejo!
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã morro e não te vejo!
Não demores tão longe, em lugar tão secreto,
nácar de silêncio que o mar comprime,
o lábio, limite do instante absoluto!
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã eu morro e não te escuto!
Aparece-me agora, que ainda reconheço
a anêmona aberta na tua face
e em redor dos muros o vento inimigo...
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã eu morro e não te digo...
Postado por marlene de goes

domingo, 22 de janeiro de 2012

PARTICIPAÇÃO SEGUNDA- FEIRA COLORIDA

                                 RECEBAS FLORES QUE TE DOU EM CADA FLOR UM BEIJO MEU!!!








                                SÃO FLORES LINDAS QUE LHE DOU ROSAS VERMELHAS COM AMOR
                                AMOR QUE POR VOCE NASCEU!!!




                          QUE SEJA ASSIM POR TODA A VIDA E A DEUS MAIS NADA
                            PEDIREI,,
                         COLORINDO A VIDA COM PERFUME DA AMIZADE
                    INSENTIVO DO BLOG DA ANNE LIERI
www.menina-voadora.blogspot.com








                         OFEREÇO AS FLORES DO AMOR DA PAZ DA AMIZADE 
                         PARA ALEGRAR SUA SEMANA SEUS CAMINHOS 
                         SEU CORAÇÃO E SUA VIDA!!!!
                         RECEBA MEU ABRAÇO COM CARINHO 
            
                        POSTADO POR MARLENE DE GOES
                          

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

A DESCOBERTA DO AMOR


Ensaia um sorriso
e oferece-o a quem não teve nenhum.
Agarra um raio de sol
e desprende-o onde houver noite.
Descobre uma nascente
e nela limpa quem vive na lama.
Toma uma lágrima
e pousa-a em quem nunca chorou.
Ganha coragem
e dá-a a quem não sabe lutar.
Inventa a vida
e conta-a a quem nada compreende.
Enche-te de esperança
e vive á sua luz.
Enriquece-te de bondade
e oferece-a a quem não sabe dar.
Vive com amor
e fá-lo conhecer ao Mundo.

Mahatma Gandhi
postado por marlene de goes


quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

MEU SONHO







Meu Sonho (Cecília Meireles)

Parei as águas do meu sonho
para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
ficou por cima, a procurar...
Os pássaros da madrugada
não têm coragem de cantar,
vendo o meu sonho interminável
e a esperança do meu olhar.
Procurei-te em vão pela terra,
perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
por que insisto em te imaginar?
Quando vierem fechar meus olhos,
talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,
e que vens, se o tempo voltar.

POSTADO POR MARLENE DE GOES
site ainda melhor poesias



quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

NÃO SEI QUANTAS ALMAS TENHO


Não Sei Quantas Almas Tenho (Fernando Pessoa)

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não atem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.
Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que sogue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu.

POSTADO POR MARLENE DE GOES


SITE MELHOR AINDA POESIAS

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

A NOSSA CASA


A NOSSA CASA
A nossa casa, Amor, a nossa casa!
Onde está ela, Amor, que não a vejo?
Na minha doida fantasia em brasa
Constrói-a, num instante, o meu desejo!
.
Onde está ela, Amor, a nossa casa,
O bem que neste mundo mais invejo?
O bando ninho aonde o nossa beijo
Será mais puro e doce que uma asa?
.
Sonho… que eu e tu, dois pobrezinhos,
Andamos de mãos dadas, nos caminhos
Duma terra de rosas, num jardim,
.
Num país de ilusão que nunca vi…
E que eu moro – tão bom! – dentro de ti
E tu, ó meu Amor, dentro de mim…
.
Florbela Espanca
Site oriza martins.com
postado por marlene de goes
.
FF.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

PARTICIPANDO DA SEGUNDA FEIRA COLORIDA

                                  ENSENTIVO DA MENINA- VOADORA BLOG
                                  DA NOSSA AMIGA POETISA E ESCRITORA ANNE LIERI     


                                        ESPERO QUE OS AMIGOS ADMIREM COMIGO
                                         A BELEZA E O COLORIDO DOS PÁSSAROS


                                          É LINDO PODER APRECIAR A NATUREZA 
                                           COLORINDO O MUNDO ENFEITANDO
                                           A VIDA COM TANTA SIMPLICIDADE
                                           ENCANTO E BELEZA
                                          








                             DESEJO A TODOS UMA LINDA SEMANA 
                            QUE A VIDA POSSA SER ALEGRE E COLORIDA PARA VOCE
                           POSTADO POR MARLENE DE GOES

sábado, 14 de janeiro de 2012

É TÃO FACIL (EVERSON RUSSO)



É tão fácil
Ser amigo
Ser amor
Ser perfume
Ser flor
Ser sol que queima
Chuva que acalma
Dar um beijo na testa
E outro na alma
Ser poeta
Ser amor lunático
Ser romântico
Sentir dor e ficar estático
Vem pra mim
Seja meu jardim
Beija flor que beija a flor
Vem logo e me ama
De longe me chama
Deita bem pertinho de mim
Aqui na minha cama
Chora comigo
Seja meu abrigo
Aperta meu corpo
Contra o seu
Porque o meu caminho
No seu já se perdeu
É tão fácil te amar
Mas por favor, não desperdiça isso
Não me deixa sozinho sonhar.

 RECANTO DOS AUTORES 

postado por marlene de goes
homenageando o autor e poeta
EVERSOM RUSSO

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

O TEU RISO


© Pablo Neruda

Tira-me o pão, se quiseres, tira-me o ar, mas não me tires o teu riso.
Não me tires a rosa, a lança que desfolhas, a água que de súbito brota da tua alegria, a repentina onda de prata que em ti nasce.
A minha luta é dura e regresso com os olhos cansados às vezes por verque a terra não muda, mas ao entrar teu risosobe ao céu a procurar-me  abre-me todas as portas da vida.
Meu amor, nos momentos mais escuros solta o teu riso e se de súbito vires que o meu sangue mancha as pedras da rua, ri, porque o teu riso será para as minhas mãos como uma espada fresca.
À beira do mar, no outono, teu riso deve erguer sua cascata de espuma, e na primavera, amor, quero teu riso como a flor que esperava, a flor azul, a rosada minha pátria sonora.
Ri-te da noite, do dia, da lua, ri-te das ruas tortas da ilha, ri-te deste grosseiro<br
 rapaz que te ama, mas quando abro os olhos e os fecho, quando meus passos  vão, quando voltam meus passos, 
nega-me o pão, o ar, a luz, a primavera, mas nunca o teu riso, porque então morreria...


PABLO NERUDA
POSTADO POR MARLENE DE GOES
SITE ORIZA MRTINS.COM


quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

ALMA PERDIDA (FLORBELA)




 .

Alma Perdida (Florbela)

ALMA PERDIDA


Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma de gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!


Tu és talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
Dalguém que quis amar e nunca amou!


Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!


Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minh'alma
Que chorasse perdida em tua voz!

Florbela Espanca
site oriza martins.com
postado por marlene de goes



terça-feira, 10 de janeiro de 2012

DESLIZES

Não sei porquê
Insisto tanto em te querer
Se você sempre faz de mim
O que bem quer
Se ao teu lado
Sei tão pouco de você
É pelos outros que eu sei
Quem você é...
Eu sei de tudo
Com quem andas, aonde vais
Mas eu disfarço o meu ciúme
Mesmo assim
Pois aprendi
Que o meu silêncio vale mais
E desse jeito eu vou trazer
Você pra mim...
E como prêmio
Eu recebo o teu abraço
Subornando o meu desejo
Tão antigo
E fecho os olhos
Para todos os teus passos
Me enganando
Só assim somos amigos...
Por quantas vezes
Me dá raiva de querer
Em concordar com tudo
Que você me faz
Já fiz de tudo
Prá tentar te esquecer
Falta coragem prá dizer
Que nunca mais...
Nós somos cúmplices
Nós dois somos culpados
No mesmo instante
Em que teu corpo toca o meu
Já não existe
Nem o certo, nem errado
Só o amor que por encanto
Aconteceu...
E é só assim
Que eu perdôo
Os teus deslizes
E é assim o nosso
Jeito de viver
E em outros braços
Tu resolves tuas crises
Em outras bocas
Não consigo te esquecer
Te esquecer...
MUSICA NA VOZ DE FAGNER
POSTADA POR MARLENE DE GOES

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

participando da segunda feira coloridada menina voadora


                                     SÃO ELAS TAÕ LINDAS E BELAS AS BORBOLETAS
                        DEIXO-AS PARA VOCES COMO SE FOSSEM FLORES
                             ENCANTOS DA NATUREZA ENFEITAM  NOSSO JARDIM
                             ADORO VE-LAS VOAR E SONHO QUE BRILHAM 
                             PARA MIM !!!ASSIM COLORINDO O MUNDO
                              TAL QUAL FOSSE UM ARCO-IRIS
                              BAILANDO ENCHEM O ESPAÇO
                             COMO BELAS BAILARINAS,,,,
         
                     UMA LINDA BRINCADEIRA ELABORADA
                   PARA ENFEITAR NOSSA SEGUNDA FEIRA
                   UMA BRINCADEIRA ALEGRE PARA ILUMINAR NOSSO DIA
                   ACEITANDO UM CONVITE DA QUERIDA  ANNE LIERI
                    www,menina-voadora.blogspot.com
             postado por marlene de goes


                             

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...