Seguidores

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

SONETO DO AMIGO



 Enfim, depois de tanto erro passado Tantas retaliações, tanto perigo Eis que ressurge noutro o velho amigo Nunca perdido, sempre reencontrado. É bom sentá-lo novamente ao lado Com olhos que contêm o olhar antigo Sempre comigo um pouco atribulado E como sempre singular comigo. Um bicho igual a mim, simples e humano Sabendo se mover e comover E a disfarçar com o meu próprio engano. O amigo: um ser que a vida não explica Que só se vai ao ver outro nascer E o espelho de minha alma multiplica...



       QUERIDOS AMIGOS 
       Dedico a todos este Poema de amizade
        desejando que o novo ano ,seja promissor 
       renovador de muito sucesso ,paz e harmonia
      em suas vidas em seus sonhos,que possamos 
       proseguir unidos mesmo que muitos de nos estejamos
       unidos pelo amor pela amizade por vinculos de um afeto
       que cresce a cada ano que vai passando 
       agradeço aos votos de felicidades de saúde de todo o que me enviaram
      com tanto carinho,que as bençãos de Deus esteja com todos voces 
       postado por marlene de goes




2 comentários:

Haydee Cerantola disse...

Que belo seu Aos Olhos da Alma...encantada...e encantada te sigo...

"Alma Exposta"
Poetas, Poemas e Poesias
Para Românticos Incorrigíveis
http;//haydeecerantola.blogspot.com

Eliete disse...

Marlene,querida! Um felicíssimo ano novo para Voce.bjs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...