Seguidores

segunda-feira, 31 de março de 2014

POEMAS DE LUIZ VAZ DE CAMÕES

“Amor é fogo que arde sem se ver; É ferida que dói e não se sente; É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer. É um não querer mais que bem querer; É um andar solitário entre a gente; É nunca contentar-se de contente; É um cuidar que se ganha em se perder. É querer estar preso por vontade É servir a quem vence o vencedor, É ter com quem nos mata lealdade. Mas como causar pode seu favor Nos corações humanos amizade; Se tão contrário a si é o mesmo amor?” Luís Vaz de Camões

3 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,Marlene! Bela escolha! Que tua semana seja linda,cheia de coisas boas! beijos,chica

Élys disse...

Marlene você sempre escolhebem o que postar. Muito boniito!
Beijos,
Élys.

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Marlene.. soneto este fonte de inspiração para muitos poetas incluindo a mim.. ele é uma perfeição e fiz meu soneto a ele como homenagem.. merecida claro.. bjs e um lindo dia
até sempre

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...