Seguidores

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

NASCE O AMOR




E após tanto tempo amortecido,
acorda o coração querendo viver...
O medo que toma conta de tudo,
muitas perguntas no ar,
a boca que quer falar
e a mente trabalha a mil por hora...

Sentimentos amortecidos,
pede para reviver...
Os pensamentos, voltam a agitar o dia.
Tudo tão novo, mas tão conhecido e temido...

Tento entender,
tento fugir,
mas sinto que já é tarde,
o coração já está tomado
e as palavras simplesmente não conseguem expressar...

Medo, vontade, desejos
tudo se mistura,
tudo se confunde na minha cabeça agora.
Você mudou tudo,
sem querer mudar,
sem nada fazer,
sem nada pedir,
mudou, tirou tudo do lugar
e me fez novamente sentir
o que já era morto,
o que eu matei para poder sobreviver.

Perdoe-me,
se deixei este sentimento aparecer.
Perdoe-me,
por ter escolhido você!


Vilma Galvão

 
Fevereiro/2006
 site  cantinho da lena.com
postado por marlene de goes





6 comentários:

✿ chica disse...

Muito linda,Marlene!!! Bela poesia!beijos,chica

Paulo Francisco disse...

Marlene, o texto é aberto eu vou ainda colocar no bloco os que faltaram. Eu fiz sem consultar, somente usando minha memória. Mas eu estou com problema no blog, não consigo editar.
Um beijo grande

Everson Russo disse...

E a vida fica bem mais leve e serena quando nos permitimos o renascer do amor...beijos de bom dia pra ti amiga.

vanderlei disse...

Bom dia minha irmã amiga, como é linda e especial esse post querida, e nasce o amor, esse amor que todos evitam ou não sabem como usurfruir dele, parabens deixo um beijos nesse coração lindo e votos que a quarta seja repleta de harmonia, paz, e muita luz.
Vanderlei

Sheila do Blog Passarinhos no Telhado disse...

Olá minha querida!
Vim agradecer e retribuir o carinho e os comentários lá no blog. Obrigada Viu! Adorei!
Grande beijo pra você...
Sheila

manuel marques disse...

Lindíssimo poema.

Beijo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...