Seguidores

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

TALVEZ SEJA APENAS UM SONHO


Eu olhei o céu e vi teu rosto a me olhar
estava tão bonita como não havia ainda visto assim
meus olhos encheram-se de lágrimas parecia que iria chorar
mas o que fiz foi te doar o amor que existe em mim.

Até hoje ainda não vi outra noite parecida
como aquela que desenhou teu rosto para me presentear
quando fecho meus olhos ainda te vejo ali minha querida
emoldurada naquele céu numa noite fria de luar.

Já pesquisei muito para saber o que aconteceu
mas até hoje tudo está escuro e eu não sei
se realmente te vi ali ou se no momento foi delírio meu
talvez seja apenas um sonho que para me alegrar eu sonhei.

Só que esse momento veio aumentar a minha paixão
depois disso fiquei livre de dormir com dor
e as amarguras desocuparam o meu coração
que agora só tem espaço para alojar teu grande amor.

Os anos se passam e você continua aquela realeza
que eu vi desenhada no céu parecendo de verdade
mas o que importa é que te amo com toda a firmeza
de que levarei no peito sempre o barco da felicidade.



 

 
ChangCheng
Publicado no Recanto das Letras em 26/01/2011
Código do texto: T2752837

6 comentários:

Brasigrega disse...

Texto lindo! Muito bem elaborado.
Um grande abraço
Marineide

Eliane Gonçalves disse...

Marlene,

Vim agradecer sua visita. Seu blog está lindo!

Estarei te seguindo.

Um beijo,

Eliane.

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo lindo o poema,parabéns pela postagem.Seu blog é encantador,já sigo.Agradeço também a vista e carinho no meu blog, tudo de bom pra você,beijos.

Marcia disse...

Bom amiga, tem um selinho para o seu blog lindo blog, por favor passa para pegar!
Beijos,

ValeriaC disse...

Lindo poema... que delicadeza neste amar...
Doce dia amiga...beijos
Valéria

Anne Lieri disse...

Marlene,que poesia mais apaixonada!Um amor eternizado em versos!Amei!Bjs,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...