Seguidores

quarta-feira, 23 de maio de 2012

POEMAS AO VENTO



Vento que passas 
Nos pinheirais 
Quantas desgraças 
Lembram teus ais. 
Quanta tristeza, 
Sem o perdão 
De chorar pesa 
No coração. 
E ó vento vago 
Das solidões 
Traze um afago 
Aos corações. 

À dor que ignoras 
Presta os teus ais, 
Vento que choras 
Nos pinheirais.



FERNANDO PESSOA
Postado por marlene de goes

11 comentários:

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Bela postagem Marlene, ler Fernando Pessoa é sempre um imenso prazer.
Um abraço.

✿ chica disse...

Linda poesia e mensagem,Marlene!! beijos,tudo de bom,um dia bem legal! chica

♫*Isa Mar disse...

Oi Marlene, lindo cartão e poema.
Beijos e lindo dia!

Mari Rehermann disse...

Lindo!!
Muito boa escolha, amiga Marlene!!
Como estás de saúde?

Tenha um ótimo dia, minha amiga!!
Beijos!♥

MA FERREIRA disse...

Oi Querida..
Linda mensagem e perfeito o poema de Fernando Pessoa!
Um lindo dia a vc!!
bjs

Arnoldo Pimentel disse...

Um belo poema de Fernando Pessoa, parabéns pela postagem e pelo bom gosto.Beijos.

manuel marques disse...

"Galante conquistador, dispersando o pólen das flores, o vento faz uma boda universal."

Beijo.

ValeriaC disse...

Que lindeza de cartão e poema minha querida...beijinhos e doce tarde
Valéria

Leonice disse...

Lindo poema e cartão amiga!!
Beijos no teu coração.

Marcia disse...

Lindo post amiga adorei o card que abre o post,vim deixar um beijo!

Esplendor da Criação disse...

Lindo o poema do Fernando Pessoa.
Ah! Este vento que passa, as vezes calmo, as vezes bravo... Bjs.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...