Seguidores

sexta-feira, 25 de março de 2011

QUANDO CHEGARES

.
Não sei se voltarás
sei que te espero.

Chegues quando chegares,
ainda estarei de pé, mesmo sem dia,
mesmo que seja noite, ainda estarei de pé.

A gente sempre fica acordado
nessa agonia,
à espera de um amor que acabou sendo fé...

Chegues quando chegares,
se houver tempo, colheremos ainda frutos, como ontem,
a sós;
se for tarde demais, nos deitaremos à sombra e
perguntaremos por nós...
( Poesia de JG de Araujo Jorge - extraído do livro
De mãos dadas- 2a edição  1966 )

postado por marlene,de goes
poemas j g de araujo jorge


site-www.blogger.com

5 comentários:

EDUARDO BARROS disse...

Minha amiga, estou te seguindo, obrigado por ter me visitado e ter gostado do meu blog, estou para fazer mais atualizações nele e melhorar mais ainda ... beijoka!
Luz e Paz!

Maria José disse...

Olá Marlene. Passando aqui para me energizar com essas belas palavras e desejar-lhe um ótimo final de semana. Beijos.

Kiro Menezes disse...

Belíssimoo!!! Nossa! Encantador ♥

^_^•

Claúdia Luz disse...

Boa noite !!!!

Lindo !!!

CLAUDIA disse...

Olá querida Marlene!
Linda essa poesia querida amiga,a minha poesia é nunca desistir do amor,aconteça o que acontecer,só os que amam verdadeiramente alcançam
a vitória.
Bjos em seu coração com cheirinho de Jasmin.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...