Seguidores

terça-feira, 5 de abril de 2011

URUBUS E SABIAS

 Tudo aconteceu numa terra distante, no tempo em que os bichos falavam... Os urubus, aves por natureza becadas, mas sem grandes dotes para o canto, decidiram que, mesmo contra a natureza eles haveriam de se tornar grandes cantores. E para isto fundaram escolas e importaram professores, gargarejaram dó-ré-mi-fá, mandaram imprimir diplomas, e fizeram competições entre si, para ver quais deles seriam os mais importantes e teriam a permissão para mandar nos outros. Foi assim que eles organizaram concursos e se deram nomes pomposos, e o sonho de cada urubuzinho, instrutor em início de carreira, era se tornar um respeitável urubu titular, a quem todos chamam de Vossa Excelência. Tudo ia muito bem até que a doce tranqüilidade da hierarquia dos urubus foi estremecida. A floresta foi invadida por bandos de pintassilgos tagarelas, que brincavam com os canários e faziam serenatas para os sabiás... Os velhos urubus entortaram o bico, o rancor encrespou a testa , e eles convocaram pintassilgos, sabiás e canários para um inquérito.

— Onde estão os documentos dos seus concursos? Perguntaram os urubus.  E as pobres aves se olharam perplexas, porque nunca haviam imaginado que tais coisas houvessem. Não haviam passado por escolas de canto, porque o canto nascera com elas. E nunca apresentaram um diploma para provar que sabiam cantar, mas cantavam simplesmente...

— Não, assim não pode ser. Cantar sem a titulação devida é um desrespeito à ordem.

E os urubus, em uníssono, expulsaram da floresta os passarinhos que cantavam sem alvarás...


MORAL: Em terra de urubus diplomados não se houve canto de sabiá."

O texto acima foi extraído do livro "Estórias de quem gosta de ensinar — O fim dos Vestibulares", editora Ars Poetica — São Paulo, 1995, pág. 81

5 comentários:

Claúdia Luz disse...

Boa noite !! Marlene !!

Lembrei da estória, porque o pavão tem pé feio.
Minha avó que contava essas fabúlas

Uma linda semana !! Beijos !!

Zé Carlos disse...

Marlene querida, este OI foi também para você esta amiga e leitora tão querida e tão presente.

Que na sua vida encontre sempre as pessoas certas para que te dêem o carinho e a amizade que faz tão bem ao coração.

Beijão do teu amigo Zé Carlos

Kiro Menezes disse...

É uma verdade incrivel!!!

Amei o texto ♥

^_^•

Cristina disse...

Marlene
Interessante a história. Peço desculpas pelo sumiço, andei um pouco ausente e senti falta de seus textos. Mas agora estou de volta. Um abraço!

FÊNIX CRUZ disse...

Passei por aqui para lhe deixar um beijo e um abraço apertado.
Quem dera nos pudéssemos viver numa terra onde todos - cada um do seu jeito - cantasse forte e feliz!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...