Seguidores

domingo, 20 de novembro de 2011

POEMAS DE AMOR







De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.
William ShakespearePOSTADO POR MARLENE DE GOES

4 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia minha linda!
Feliz semana!
Venho deixar carinhos para aquecer tua semana...te amo e vc já sabe disso,kkkkkkkkk,não posso negar,kkkkk
Precisamos fazer de nossas almas uma união sincera...
bjs

Anne Lieri disse...

Marlene,que mimosa sua escolha nessa poesia de amor de Shakespeare!Linda de viver!Bjs e boa semana!

Eneida Freire disse...

Uma verdade!
Amor que é amor, é forte! :)
Seguindo aqui também!
Adorei!
Beijo de luz!
http://tengacreencia.blogspot.com
http://tengasonrisa.blogspot.com

Marcia disse...

Minha amada flor do meu jardim rs,amei sua visita que encheu meu blog de alegria venha sempre Mar...lene rs adoro Você!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...