Seguidores

domingo, 6 de novembro de 2011

SE TU VIESSES VER-ME







Se tu viesses ver-me...

Se tu viesses ver-me hoje à tardinha,
A essa hora dos mágicos cansaços,
Quando a noite de manso se avizinha,
E me prendesses toda nos teus braços...

Quando me lembra: esse sabor que tinha
A tua boca... o eco dos teus passos...
O teu riso de fonte... os teus abraços...
Os teus beijos... a tua mão na minha...

Se tu viesses quando, linda e louca,
Traça as linhas dulcíssimas dum beijo
E é de seda vermelha e canta e ri

E é como um cravo ao sol a minha boca...
Quando os olhos se me cerram de desejo...
E os meus braços se estendem para ti...


                  Florbela Espanca



site users-isr-ist-utl-pt


postado por marlene de goes

8 comentários:

LUCONI disse...

Marlene um poema singelo e ao mesmo tempo belo, também olha só a autora Florbela Espanca, tudo o que li dela é muito lindo, obrigada por compartilhar beijos Luconi

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom domingo!
Lindas e sentidas palavras que forma um poema lindo...
Bjssssssssssssss

Sônia Silvino disse...

Gosto muito dos poemas de Florbela. Uma excelente escolha, Marlene querida!!!!
Beijos!

ana costa disse...

Lindo...maravilhoso...bonita homenagem a essa grande Mulher Florbela...
Um beijo

Malu disse...

Florbela encanta sempre.
Pois sendo assim, vim lhe ver.
Abraços

ValeriaC disse...

Que apaixonante poema minha querida...Florbela sempre intensa...
Minha flor de amiga, tenha uma feliz semana...beijinhos
Valéria

Ana Dias disse...

Querida Marlene, vc pode tudo, pode surrupiar todas as imagens que vc gostar,ok???
Deixo aqui o meu carinho e agradeço de coração toda a consideração que vc tem por mim....Amei o visual do seu blog...Tudo muito singelo...
Desejo uma semana feliz e abençoada pelos anjos...
Bjos angelicais.

Eliete disse...

Marlene, sou apaixconada por Florbela espanca.bjs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...