Seguidores

quarta-feira, 18 de abril de 2012

POEMA DE FLORBELA ESPANCA

Portugal**
Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim…
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente…
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!
( Florbela Espanca )
POSTADO POR
Marlene de goes


8 comentários:

sandrinha disse...

Que lindo este poema amiga!sabe que já estava me perguntando cadê a Marlene?verdade amiga..senti sua falta..e vim aqui ver se está tudo bem contigo...tudo né?deixo beijinhos!fica com Deus!

ana costa disse...

Ninguem consegue ler Florbela sem que um misto de emoções se apodere das nossas almas!
E esse foi sem dúvida uma escolha preciosa!
Beijo

LUCONI disse...

Marlene que coisa mais linda, Florbela realmente tem coisas muito belas, beijos Luconi

ValeriaC disse...

Belíssimo poema da Florbela você escolheu minha querida...
Lindo seja seu final de semana Marlene, beijos,
Valéria

silvioafonso disse...

.


Tô morrendo de saudade de sua
bela escrita. Vali lá me dar um
"oi", vai!

Um beijo do;

silvioafonso






.

✿ chica disse...

Lindo poema,Marlene!!Um ótimo fds,beijos, aqui uma cerração enorme.Olho pra for agoira cedinho,nada vejo!! beijos,chica

Eliete disse...

Marlene,minha querida.ótima escolha. Vc sempre nos encantando.bjs

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Marlene. Belíssimo poema de Florbela. Ela sempre foi maravilhosamente talentosa.
Ela sempre foi muito intensa, triste e apaixonada.
Um beijo na alma, e tenha um bom domingo.
Poeta, é um ser que não se explica!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...