Seguidores

quinta-feira, 29 de março de 2012

MOTIVO



Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.


Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.


Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
— não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.


Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
— mais nada.
Cecília MeirelesPOSTADO POR MARLENE DE GOESsite o pensador

5 comentários:

Marcia disse...

Minha linda sempre de um bom gosto seus posts!Bjos

Paulo disse...

Este foi o primeiro poema que li de Cecília.
Um beijo grande

Mari disse...

Belo poema, querida amiga!
Desejo que sua quinta-feira seja abençoada!
Beijos!♥

Ana Dias disse...

Boa tarde querida Marlene!!
Vim te visitar e me deparo com esse lindo cartão. Fico feliz ao vê-lo postado essa é a minha intenção ao colocar no blog, para que os amigos usem com todo carinho e vc escolheu um poema lindo para postar junto.
Fique na paz dos anjos.
Bjos em seu coração..

Machado de Carlos disse...

... e a canção nos segue passo a passos. Passamos por noites e dias tentando encontrar os melhores versos do poeta que nos farão seguir a vida em um canto permanente.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...