Seguidores

terça-feira, 13 de março de 2012

SONETO DO AMOR TOTAL



POESIA

Soneto do amor total

Rio de Janeiro

Amo-te tanto, meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade

Amo-te afim, de um calmo amor prestante,
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente,
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim muito e amiúde,
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.
 vinicius de moraes
site viniciusdemoraes.com.br
postado por marlene de goes


5 comentários:

Marcia disse...

Minha amiga sempre doce e querida,meu coração se alegra com sua presença e se derrama nestes versos ,bjos!

Vanessa Gaia...Mãe Terra, Estamos Aqui...Sonhos disse...

Olá querida, vim agradecer a sua visitinha viu, e amei o seu Blog lindo ,cheio de magia e ecantos, e achei você linda com esse sorriso mágico, seja bem vinda, e vou ficando por aqui também querida...beijos floridos...

Jesus te ama! disse...

que lindo!!!OLÁ ESTOU SEGUINDO VIM ATÉ AQUI ATRAVÉS DO BLOG DA LINDALVA ABRAÇO E PARABÉNS PELO SEU CANTINHO CHEIO DE ENCANTO!!!

Everson Russo disse...

O amor é assim, infinito no coração...beijos de bom dia.

Santa Cruz disse...

Marlene: Lindo Soneto adorei o amor verdadeiro é e será sempre infinito.
Beijos
Santa Cruz

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...