Seguidores

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

POEMA DE FERNANDO PESSOA







"Nem sempre sou igual no que digo e escrevo.
Mudo, mas não mudo muito.
A cor das flores não é a mesma ao sol
De que quando uma nuvem passa
Ou quando entra a noite .
E as flores são cor da sombra..."

Fernando Pesssoa


 postado por marlene de goes

7 comentários:

✿ chica disse...

Maravilha!!!Pra refletir mesmo...beijos,chica, tudo de bom!

Machado de Carlos disse...

Agradeço-lhe profundamente pelos dizeres em meu Cantinho! Sinto-me feliz ao observar que os meus pensamentos são sentidos por alguém como você.
Obrigado querida Amiga!
Beijos!

Cristina disse...

Lindo poema,gosto muito de Fernando Pessoa. Um abraço!

LUCONI disse...

Marlene maravilhoso, sempre voce nos traz lindas poesias, suas ou de outros poetas mas são sempre lindas, beijos Luconi

marciagrega disse...

Fernando Pessoa era um ser especial, pena que não soube canalizar bem os conhecimentos que adquiriu. Ele era esotérico e estudava sobre o misticismo...Mas, queria compreender o absoluto através do relativo...Enlouqueceu!!!

Bjusssss

ValeriaC disse...

Divinas palavras de Pessoa... tudo tem suas nuances...beijinhos
Valéria

♫*Isa Mar disse...

Oi Marlene, muito lindo este teu cantinho também, adorei conhecer, só que tem verificação rsss
Aparece lá no Vale, reformulei a proposta dele e agora posto meus textos e poemas, será um prazer te ver por lá
http://valedosolencantado.blogspot.com/
Beijos pra ti!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...